Blog Gráfica Promopress

Gráfica Offset e Digital

Inbound Marketing – O que é?

by bruna on 10 de junho de 2019 No comments

Você sabe o que é Inbound Marketing e qual a sua importância para as empresas? Nesse post, vamos te ajudar a entender. Confira!

Traduzido para o português, Inbound Marketing poderia ser chamado de “marketing de entrada”, mas também tem sido considerado por muitas pessoas como “novo marketing”.

Mas afinal, qual o conceito de Inbound Marketing?

Está relacionado com qualquer estratégia de marketing que visa atrair o interesse das pessoas em vez de correr atrás delas, como o marketing tradicional.

Também é chamado de marketing de atração e possui três grandes pilares para atrair e converter o público. São eles:

  • SEO;
  • Marketing de conteúdo;
  • Estratégias em redes sociais.

Se baseia em criar e compartilhar conteúdos específicos para aquele determinado público. Ou seja, algo que irá agregar valor diretamente para ele.

Os clientes vem até a sua empresa atraídos pela sua mensagem, se sentindo confiantes e deixando a empresa se aproximar cada vez mais.

É possível adaptar o Inbound Marketing em qualquer empresa, usando o conteúdo como forma de levar conhecimento, entretenimento e aumento do reconhecimento da marca.

Como surgiu?

O termo começou a ser usado por Brian Halligan, cofundador da empresa Hubspot.

Porém, segundo o guru americano Peter Druker, os princípios do Inbound Marketing já se desenvolvem há décadas e tem sua fundação principal no conceito de Seth Godin, o Marketing de Permissão, presente no livro “Permission Marketing” de 1999.

Essa obra contém as principais diretrizes do Inbound Marketing e pode ser uma leitura interessante para quem quiser se aperfeiçoar nessa área.

O conceito de Inbound Marketing surge paralelo ao marketing digital e da relação entre o consumidor e publicidade, nesse caso, internauta e comunicação online.

Se antes o consumidor não tinha controle sobre o que consumia, na internet ele pode escolher tudo: canais, conteúdo, formas de consumir, etc.

Por isso, nada melhor do que conquistá-lo com o que ele mesmo deseja absorver.

Daí surge a importância de se trabalhar com planejamentos estratégicos inteligentes e com ações de alta performance.

O Inbound é como um ímã, que atrai o cliente através do conteúdo publicado.

FONTE: https://bit.ly/2IlW6xC

inbound markting

Pilares do Inbound Marketing

Para ter sucesso na sua estratégia utilizando as técnicas do Inbound Marketing, é preciso seguir algumas etapas indispensáveis. São elas:

Atrair

O primeiro passo, é sem dúvidas, atrair as pessoas para o seu negócio. Essa etapa é fundamental para conquistar os resultados desejados no fim do mês.

Funciona assim, ao invés de gastar tempo procurando pessoas que poderiam ter interesse no seu produto ou serviço, se esforce para construir algo que gere interesse e conquiste a atenção dos clientes, levando-os a procurar a sua empresa por livre e espontânea vontade.

Existem diferentes formas de fazer com que isso ocorra de maneira correta. São elas:

  • Blog;
  • SEO;
  • Links patrocinados;
  • Redes sociais;
  • Entre outros.

Converter

Essa etapa completa totalmente a anterior. Para avançar no processo de compra o visitante precisa se tornar um lead.

Conversão está relacionado com a ação do usuário de passar suas informações em outra de uma vantagem ou benefício, como oferecer um material rico, por exemplo.

Ninguém quer ter um site com muitas visitas mas com poucas conversões, não é mesmo?

Banner - planilha de investimentos em marketingPowered by Rock Convert

Por isso, é necessário investir em algumas ações para que essa conversão ocorra de maneira simples. São elas:

  • Criação de ofertas – diretas e indiretas;
  • Criação de landing pages;
  • CRO (otimização de conversão).

Relacionar

Todos nós sabemos que nem todos os clientes em potencial estão no momento certo de realizar a compra.

Para isso, é preciso respeitar as etapas até que a pessoa esteja pronta para adquirir o produto ou serviço que você está ofertando.

Para Chet Holmes, autor do livro The Ultimate Sales Machine, 3% dos clientes compram agora, entre 6 e 7% estão dispostos a ouvir, 30% não estão pensando nisso, 30% acreditam não estarem interessados e 30% não estão realmente interessados.

Ou seja, apenas 3% do seu público-alvo está buscando por uma solução, estando na etapa de decisão de compra.

O relacionamento é uma das estratégias mais importante no marketing atualmente.

As pessoas estão cada vez mais buscando por empresas que as façam se sentir especiais. Por isso, estar atento a experiência do consumidor é fundamental.

São exemplos de relacionamento com cliente no inbound marketing:

Vender

Todo o processo de nutrição e geração de leads tem foco em produzir demanda e gerar oportunidade de negócios entre consumidores e empresa.

Pode ser que mesmo com a utilização de site, será necessário o contato entre o vendedor e cliente para concretizar a compra.

Quanto maior a complexidade do produto ou serviço, maior a necessidade de uma pessoa para auxiliar na compra ou utilização do mesmo.

São exemplos de ferramentas para gerenciar a etapa de vendas do Inbound Marketing:

  • Lead Scoring;
  • Inbound Sales;
  • CRM.

Analisar

Uma das principais vantagens do marketing digital é a possibilidade de analisar os seus resultados de forma precisa, comprovando o retorno dos seus investimentos com base em fatos.

Essas métricas são responsáveis por realimentar todo o processo de Inbound Marketing.

Com isso, é mais fácil saber o que é preciso melhorar e o que estão fazendo da maneira correta, direcionando os esforços da equipe de marketing.

Ferramentas disponíveis para a análise de resultados:

  • Web analytics;
  • RD Station Marketing.
técnicas

Inbound Marketing x Outbound Marketing

Diferente do Inbound Marketing que tem como premissa atrair o consumidor, o Outbound se refere ao marketing tradicional, que usa a interrupção para se comunicar com o público.

Toda vez que você precisa parar o fluxo natural de uma pessoa que está navegando na internet, ouvindo um programa de rádio ou assistindo a um programa na TV para passar uma mensagem, caracteriza-se Marketing de Interrupção.  

Ou seja, o usuário não necessariamente pediu para ver aqueles anúncios, pelo contrário, a mensagem é imposta a ele e grita pela sua atenção.

Hoje em dia, devido a mudança do comportamento do consumidor, que está cada vez mais seletivo e não aceita interrupções, o Outbound Marketing está precisando se adaptar.

O controle passou das mãos das empresas para a dos consumidores, dando às pessoas o poder de escolha não só na hora da compra, mas também sobre quais mensagens desejam receber ou não.

É neste cenário que o Inbound Marketing se destaca, pois ele não é invasivo ou importuno. Pelo contrário, ele consegue atingir as pessoas que realmente estão interessadas naquela mensagem, naquele momento.

Outra diferença entre as duas estratégias é a mensuração de resultados. No Inbound tudo pode ser acompanhado em tempo real e, se algo acabar saindo fora do esperado, é possível mudar completamente a estratégia para reverter o jogo.

Já no Outbound, esse processo não é tão simples. A mensuração dos resultados é mais complicada dependendo dos veículos de comunicação, e a revisão da estratégia não permite uma ação mais imediata.

FONTE: https://bit.ly/2MIRWoO

Gostou das dicas? No blog da Promopress Gráfica tem outros artigos incríveis sobre o mundo do marketing.

Acesse, www.promopress.com.br e confira!

brunaInbound Marketing – O que é?

Join the conversation